Perguntas frequentes sobre erros refrativos e cirurgias refrativas

Perguntas frequentes sobre erros refrativos e cirurgias refrativas

perguntas frequentes

Estimasse que uma média de 30% de brasileiros com menos de 40 anos necessitam ou necessitarão do uso de óculos por problemas refrativos, outra solução, de certa forma atual, é a cirurgia para corrigir os problemas. Os erros refrativos são os problemas mais comuns na visão.

O que é erro refrativo?

Na refração, a luminosidade de um ambiente passa para o interior do globo ocular, atravessando as diferentes estruturas do interior do olho e formando a imagem na retina (que fica no fundo do olho). Quando a luz não chega com nitidez na retina, ocorre um erro de refração. Isso pode ocorrer pelo tamanho do globo ocular, opacidade dos meios ópticos ou irregularidades na córnea (camada externa que reveste anteriormente o olho).

O que é a cirurgia refrativa?

É o procedimento que tem como objetivo corrigir os erros refrativos (astigmatismo, miopia, hipermetropia e presbiopia). A cirurgia pode diminuir ou eliminar a necessidade de uso de óculos e lentes de contato. Existem algumas técnicas diferentes para a cirurgia, seu oftalmologista é a pessoa mais ideal para indicar.

Quem pode fazer a cirurgia?

Deve ser feita em pessoas a partir de 18 anos porque a partir dessa idade costuma ocorrer a estabilização do grau que é um dos requisitos. Em alguns casos recomenda-se aguardar até os 21 anos.

A cirurgia pode corrigir alto grau de miopia?

A cirurgia também pode corrigir graus mais altos, mas depende também de outros fatores, como a curvatura e a espessura corneana antes da cirurgia. Tanto para pouco grau quanto para alto grau, deve ser avaliado caso a caso.

Os problemas refrativos podem voltar mesmo depois da cirurgia?

É incomum que a miopia volte. Nos casos em que o grau não está estável no período cirúrgico, poderá haver surgimento de algum grau de miopia novamente. Na correção de astigmatismo e hipermetropia há chance de ocorrer uma leve regressão de até 15% nos primeiros anos.

Qual o prazo para retorno as atividades normais após a cirurgia?

É possível voltar as atividades normais e trabalho no dia seguinte, desde que seja um ambiente adequado, sem poluição e partículas no ar. Pode ser que haja dificuldade visual no olho operado.

Quanto tempo pode durar a cirurgia? 

A cirurgia leva em média 15 a 20 minutos, porém pode depender da experiencia e técnica do cirurgião.

Quais os riscos do procedimento?

Existe risco em todo procedimento cirúrgico. Mas no caso da cirurgia a laser, o risco é extremamente baixo, o equipamento tem recursos tecnológicos que o tornam um dos mais seguros na atualidade.

Quais as vantagens na cirurgia refrativa ser feita a laser?

A cirurgia a laser garante mais segurança ao processo, mais conforto, não há necessidade e uso de tampão, não é dado ponto,  a anestesia é simples, sem necessidade de internação antes ou depois da cirurgia, o procedimento é mais rápido, além de recuperação rápida e volta as atividades normais em tempo célere.

Como escolher o profissional ideal para a cirurgia?

É importante escolher um profissional experiente e capacitado para o procedimento cirúrgico, quanto mais experiencia por parte do cirurgião mais chances para o sucesso.

Existem profissionais com especialidade em cirurgia refrativa, é importante validar sobre o conhecimento e especialização do cirurgião para que você tenha mais segurança e confiança no profissional que escolher.

É importante salientar que a melhor pessoa para indicar a cirurgia e esclarecer sobre o procedimento é o oftalmologista, as informações mais precisas somente podem ser dadas pelo oftalmologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *