LENTE ESCLERAL

LENTE ESCLERAL

O que é a lente escleral?

As lentes esclerais são lentes de contato rígidas gás permeáveis, porém com um diâmetro maior que as lentes de contato rígidas tradicionais. O seu diâmetro se inicia a partir de 16 milímetros e o seu apoio não ocorre na córnea, mas sim na esclera (parte branca do olho, em volta da parte colorida).

Por que as lentes esclerais são mais confortáveis?

Partindo-se do princípio de que quanto maior a lente, maior é o seu conforto, a lente escleral por ter um diâmetro maior do que qualquer outro tipo de lente, é extremamente confortável. Pelo fato de se apoiar na esclera (parte branca do olho), a lente escleral isola a córnea e para quem está a usando a impressão é de que não há nada no olho.

Quando é indicada a lente escleral?

Essa lente especial é ideal para casos de ceratocone mais avançados, onde as outras lentes não foram eficazes (inclusive para casos em que há alguns anos acabavam já sendo indicados para transplante de córnea).

Outra indicação no ceratocone pode ser por dificuldade na adaptação à outros tipos de lentes, por desconforto ou intolerância.

É importante frisar que as lentes esclerais estão indicadas também para outras situações que não o ceratocone, tais como:

– Outras ectasias corneanas (degeneração marginal pelúcida, ceratoglobo ou ectasia pós cirurgia refrativa)

– Para portadores de olho seco (Síndrome de Sjögren, doença enxerto-versus-hospedeiro)

– Pós trauma corneano, pós trasplante de córnea, degeneração de Salzmann e ou outros tipos de irregularidades corneanas.

Quais são os cuidados com as lentes esclerais?

Além do cuidado básico de higienização da mão antes de manusear, limpeza com produtos específicos e armazenamento, a lente escleral deve ter polimento de 3 em 3 meses (ou de acordo com a recomendação do especialista). Todo usuário de lente escleral deve obrigatoriamente acompanhar com um oftalmologista especializado.

Quais são as vantagens das lentes esclerais?

As suas principais vantagens são:

– Enorme conforto;

– Propiciam uma melhora de visão incrível para casos antes fadados a cirurgia de transplante de córnea;

– São feitas de material gás permeável com altíssima permeabilidade ao oxigênio;

– Possuem desenho com múltiplas curvaturas que se adaptam a diferentes córneas irregulares;

– Menor sensação palpebral, praticamente não é sentida;

– Costumam possuir um alto índice de satisfação dos usuários.

Como se coloca a lente escleral?

É importante lembrar que sempre deve-se lavar e enxugar as mão antes de manusear quaisquer lentes de contato. A lente escleral deve obrigatoriamente estar totalmente preenchida com solução salina sem conservantes em sua face côncava (para evitar que fiquem bolhas após a colocação no olho). A lente escleral pode ser colocada com ela entre os dedos ou com o auxílio de uma ventosa.

Após a lente estar preenchida com o líquido, inclina-se a cabeça de maneira que a mesma fique paralela ao chão. Feito isso, deve-se deixar as pálpebras bem abertas (com o auxílio dos dedos) e coloca-se a lente sobre a superfície do olho (é importante que seja fixada a visão no centro da lente para que ela se posicione corretamente no olho). É esperado que transborde um pouco do líquido que preenchia a lente, durante a sua colocação.

Logo após colocar a lente, olhe para um objeto à distância e observe se a visão está nítida. Caso a visão esteja embaçada, veja se há presença de bolhas dentro da lente. Caso tenha alguma bolha, retire a lente e a coloque novamente até ficar com o aspecto da foto abaixo.

Como se retira a lente escleral?

A remoção da lente escleral merece atenção e cuidado, pois ela tende a ficar fixa no olho. É recomendado irrigar a lente com soro ou colírio lubrificante antes de retirá-la e massageá-la (de forma a afrouxar a lente através de uma pequena pressão por cima da pálpebra na parte inferior da lente). Feito isso, mantenha os dois olhos bem abertos com a ajuda dos dedos e ao utilizar a ventosa nunca a posicione no centro do olho (para evitar o efeito de sucção) e sim mais próximo às laterais (inferiores, superiores, laterais ou mediais). Ao fixar a ventosa na lente escleral, realize um movimento de alavanca contrário a lente (puxando a lente) e a retire de sua superfície ocular.

Quanto tempo de uso por dia podemos utilizar a lente escleral?

A lente escleral pode ser usada ao longo do dia todo, desde manhã cedo até a noite antes de dormir. Porém, sabemos que cada caso é um caso, e apenas o seu médico especialista poderá lhe orientar o tempo de uso diário que você poderá utilizá-la com segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *